Publicação fixa: Argumentos lógicos X tratados teológicos

Meus textos questionando o sistema religioso e as mentiras do cristianismo são sempre com argumentos de raciocínio lógico, porque para mim vale o que está escrito sem interpretações humanas, sem oráculos para traduzir o texto... Continue lendo.

Sobre mim

Sobre este blog, leia aqui.

Débora Vitório De Bonis
Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Jornalista e escritora.
Blogueira desde junho/2008.
E também filósofa amadora e antropóloga amadora.
Autora dos livros Libertação é confissão de pecados e Libertação é teshuvah.
Casada com Alexandre.
E meu artesanato é colcha de retalhos.


Penso, logo questiono.
Questiono, logo incomodo.

NÃO sou evangélica, NÃO tenho religião, NÃO tenho igreja, NÃO tenho líder religioso humano. Estou fora do sistema religioso, em completa desconstrução. Mas creio em YHWH, o Eterno, estou aprendendo a obedecer à Torah (Pentateuco), a obedecer a TODOS os mandamentos e estou fazendo teshuvah. Sou sem-religião, mas minha vida é pautada pelos princípios bíblicos e sigo SOMENTE o que está na Torah e não doutrinas humanas. Para saber mais leia Saiba o que, como e porque minha vida mudou.

A certeza de estar no caminho certo não tem preço. E a sensação de que "tem alguma coisa errada" ou "não pode ser só isso" de-sa-pa-re-ceu completamente. Mas tenho cuidado para não trocar seis por meia dúzia ou uma jaula pela outra. Não quero jogar fora o bebê junto com a água do banho.

NÃO acredito na frase: "A felicidade não existe, existem momentos felizes!". Acredito em SER feliz, embora tenha momentos de tristeza.

Sigo o calendário oficial de Israel para festas bíblicas e não comemoro festas pagãs e também não comemoro aniversário.

Débora, cujo nome significa abelha. “... falou que eu era como Débora, cujo nome significa abelha, e que haveria momentos quando minhas palavras seriam doces ao paladar e momentos em que seriam como uma ferroada.” Cindy Jacobs. Abelhas não atacam. Elas apenas se defendem quando são atacadas.

"Então, eu tive aquele encontro com o Eterno [e com a Torah] do qual nunca me recuperei". Tommy Tenney

3 comentários:

Romário disse...

Estás certa nas coisas, quero falar com vc depois. tenho uma missão especial.

Elaine Cristina Babinski disse...

Shalom Débora, li um pouco sobre o seu blog,e me indentifiquei, estou no caminho da teshuvah também, contudo não me considero presa a algum "sistema religioso", apenas sigo o que está na Torah e o que tenho aprendido: praticar a lei do Eterno, Bendito seja Ele, isso é se tornar parte de um povo, este povo é o povo escolhido como recepiente para receber as revelações Divinas, o povo judeu, pois é dele que se trata a história contida na bíblia: "o povo do livro", tenho aprendido com eles, alguns mais conservadores outros nem tanto, uns que como eu acreditam que o Mashiach já veio e retornará e outros que ele ainda virá, cada um respeitando as diferentes opiniões. Saiba que não está sozinha, muitas pessoas estão acordando deste "sistema". Que o Eterno, D'us de Abrão, Izac e Israel lhe conceda uma plenitude na compreensão da sua busca e retorno ao caminho que o Eterno lhe abriu: “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele e ele comigo.” Apocalipse 3.20
Muita paz para ti e sua família.
Shalom!


Marcia R.Clem disse...

Amiga...com poucas palavras quero expressar a minha gratidão de poder fazer parte de sua tragetória, relebrar momentos que marcaram a minha vida. Saiba que vc é e sempre será muito especial para mim. Bjs.