Publicação fixa: Argumentos lógicos X tratados teológicos

Meus textos questionando o sistema religioso e as mentiras do cristianismo são sempre com argumentos de raciocínio lógico, porque para mim vale o que está escrito sem interpretações humanas, sem oráculos para traduzir o texto... Continue lendo.

Datas de Israel

Estas são as festas de Levítico:

1º/nissan (28mar2017) - Início do ano bíblico 
14-22/nissan (10-18abr2017) - Pessach (Páscoa) e Chag HaMatzot (Pães sem fermento) 
14/lyar (10maio2017) - Pessach Sheni (segunda chance)
6/sivan (31maio2017) - Shavuot (Primícias)
1/tishrei (3out2016) - Yom Teruá (Trombetas) - (também se comemora Rosh Hashanah, o Ano Novo civil)
10/tishrei (12out2016) - Yom Kipur (Dia do Arrependimento)
15-21/tishrei (17-23out2016) - Sucot (Cabanas)

Significado de cada festa
1º Nissan - Ano Novo bíblico1º dia do primeiro mês, segundo Êxodo 12.2.
Pessach - É a celebração que recorda a libertação do povo de Israel da escravidão do Egito.
Chag HaMatzot - Semana de pães sem fermento. No sétimo dia também se comemora a travessia do Mar Vermelho.
Shavuot - Dia das Primícias. Também se comemora a entrega da Torah. A palavra significa "semanas", assinalando a compleição das sete semanas entre Pessach e Shavuot, durante o qual o povo hebreu preparou-se para a Outorga da Torah.
Yom Teruá - Dia do toque do shofar, convocando o povo para o Yom Kipur.
Yom Kipur - O dia da expiação, dia do arrependimento, da confissão de pecados e da cobertura dos pecados pelo sangue do sacrifício. Dia em que o Eterno perdoa as transgressões de todo povo de Israel.
Sucot - Festa das Cabanas. Lembra os 40 anos de êxodo dos hebreus no deserto após saírem do Egito.


Outras datas importantes em Israel

27 de janeiro - Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. Data instituída em 2005 pela Assembleia-geral da ONU, marca o dia, em 1945, em que as tropas soviéticas libertaram os prisioneiros do campo de concentração Auschwitz, localizado no sul da Polônia, símbolo do Holocausto perpetrado pelo nazismo.

14 de Adar II (12mar2017) - Purim. Comemora a salvação dos judeus persas do plano de Hamã, para exterminá-los, como está escrito no Livro de Ester. Assim como Chanucá, Purim tem mais um caráter nacional que religioso

27 de Nissan (24abr2017)Yom HaShoah, Dia da Lembrança do Holocausto. O dia 27 foi escolhido por ser oito dias antes da comemoração de Yom Ha'atzma'ut, ou Dia da Independência de Israel e é feriado nacional em Israel.

4 de Iyar (1maio2017)Yom Hazikaron, Dia da Memória, Dia da Lembrança dos Soldados Mortos de Israel e das Vítimas do Terrorismo. Feriado nacional de Israel. 

5 de Iyar (pode ser adiado ou adiantado para não cair no dia do shabat) (2maio2017) -  Yom HaAtzmaut, Dia da Independência de Israel. Feriado que no ano de 1948 correspondeu a 14 de Maio, dia no qual David Ben-Gurion declarou o fim do Mandato Britânico da Palestina e a fundação do Estado de Israel.

28 de Iyar (24maio2017)Yom Yerushalayim, Dia de Jerusalém. Feriado nacional em Israel. Marca o dia em que Jerusalém Oriental foi reconquistada por Israel em 1967, como resultado da Guerra dos Seis Dias.

9 de Av (14ago2016) - Tishá Be Av. Um dia de luto por várias tragédias que aconteceram com o povo de Israel. Saiba mais.

Oitavo e nono dias após Sucot (24,15out2016) - Shemini Atsêret, o Oitavo Dia de Assembleia, e Simchat Torá, A alegria da Torá - A cada semana é lido um trecho da Torá. Em Simchat Torá celebra-se o término do ciclo, e no shabat seguinte a leitura recomeça, pela parashat Bereshit.

25/kislev-2/tevet (ou 3/tevet, quando kislev só tem 29 dias) (25dez2016-1jan2017) - Chanukah

Calendário de Israel

Saiba mais sobre os feriados judaicos e as leis brasileiras.


"O Eterno disse a Moisés e a Arão, no Egito: 'Este deverá ser o primeiro mês do ano para vocês'." Êxodo 12.2 "Estas são as festas fixas do Eterno, as reuniões sagradas que vocês proclamarão no tempo devido: a Páscoa do Eterno, que começa no entardecer do décimo quarto dia do primeiro mês." Levítico 23.4,5 [grifos meus]
"Disse o Eterno a Moisés: ‘Diga o seguinte aos israelitas: Estas são as minhas festas, as festas fixas do Eterno, que vocês proclamarão como reuniões sagradas.... Este é um DECRETO PERPÉTUO para as suas gerações, onde quer que morarem":
‘Em seis dias realizem os seus trabalhos, mas o sétimo dia é shabat, dia de descanso e de reunião sagrada. Não realizem trabalho algum; onde quer que morarem, será shabat dedicado ao Eterno.
‘Estas são as festas fixas do Eterno, as reuniões sagradas que vocês proclamarão no tempo devido: a Páscoa do Eterno, que começa no entardecer do décimo quarto dia do primeiro mês. No décimo quinto dia daquele mês começa a festa do Eterno, a festa dos pães sem fermento; durante sete dias vocês comerão pães sem fermento. No primeiro dia façam uma reunião sagrada e não realizem trabalho algum. Durante sete dias apresentem ao Eterno ofertas preparadas no fogo. E no sétimo dia façam uma reunião sagrada e não realizem trabalho algum’.
Disse o Eterno a Moisés: ‘Diga o seguinte aos israelitas: Quando vocês entrarem na terra que lhes dou e fizerem colheita, tragam ao sacerdote um feixe do primeiro cereal que colherem. O sacerdote moverá ritualmente o feixe perante o Eterno para que seja aceito em favor de vocês; ele o moverá no dia seguinte ao shabat. No dia em que moverem o feixe, vocês oferecerão em holocausto ao Eterno um cordeiro de um ano de idade e sem defeito. Apresentem também uma oferta de cereal de dois jarros da melhor farinha amassada com óleo, oferta ao Eterno preparada no fogo, de aroma agradável, e uma oferta derramada de um litro de vinho. Vocês não poderão comer pão algum, nem cereal tostado, nem cereal novo, até o dia em que trouxerem essa oferta ao Deus de vocês. Este é um decreto perpétuo para as suas gerações, onde quer que morarem. ‘A partir do dia seguinte ao shabat, o dia em que vocês trarão o feixe da oferta ritualmente movida, contem sete semanas completas. Contem cinquenta dias, até um dia depois do sétimo shabat, e então apresentem uma oferta de cereal novo ao Eterno. Onde quer que morarem, tragam de casa dois pães feitos com dois jarros da melhor farinha, cozidos com fermento, como oferta movida dos primeiros frutos ao Eterno. Junto com os pães apresentem sete cordeiros, cada um com um ano de idade e sem defeito, um novilho e dois carneiros. Eles serão um holocausto ao Eterno, juntamente com as suas ofertas de cereal e ofertas derramadas; é oferta preparada no fogo, de aroma agradável ao Eterno. Depois sacrifiquem um bode como oferta pelo pecado e dois cordeiros, cada um com um ano de idade, como oferta de comunhão. O sacerdote moverá os dois cordeiros perante o Eterno como gesto ritual de apresentação, juntamente com o pão dos primeiros frutos. São uma oferta sagrada ao Eterno e pertencem ao sacerdote. Naquele mesmo dia vocês proclamarão uma reunião sagrada e não realizarão trabalho algum. Este é um decreto perpétuo para as suas gerações, onde quer que vocês morarem. ‘Quando fizerem a colheita da sua terra, não colham até as extremidades da sua lavoura, nem ajuntem as espigas caídas da sua colheita. Deixem-nas para o necessitado e para o estrangeiro. Eu sou o Eterno, o Pai de vocês’.
Disse o Eterno a Moisés: ‘Diga também aos israelitas: No primeiro dia do sétimo mês vocês terão um dia de descanso, uma reunião sagrada, celebrada com toques de trombeta. Não realizem trabalho algum, mas apresentem ao Eterno uma oferta preparada no fogo’.
Disse o Eterno a Moisés: ‘O décimo dia deste sétimo mês é o Dia da Expiação. Façam uma reunião sagrada e humilhem-se, e apresentem ao Eterno uma oferta preparada no fogo. Não realizem trabalho algum nesse dia, porque é o Dia da Expiação, quando se faz propiciação por vocês perante o Eterno, o Pai de vocês. Quem não se humilhar nesse dia será eliminado do seu povo. Eu destruirei do meio do seu povo todo aquele que realizar algum trabalho nesse dia. Vocês não realizarão trabalho algum. Este é um decreto perpétuo para as suas gerações, onde quer que vocês morarem. É um shabat de descanso para vocês, e vocês se humilharão. Desde o entardecer do nono dia do mês até o entardecer do dia seguinte vocês guardarão esse shabat.
Disse o Eterno a Moisés: ‘Diga ainda aos israelitas: No décimo quinto dia deste sétimo mês começa a festa das cabanas do Eterno, que dura sete dias. No primeiro dia haverá reunião sagrada; não realizem trabalho algum. Durante sete dias apresentem ao Eterno ofertas preparadas no fogo, e no oitavo dia façam outra reunião sagrada, e também apresentem ao Eterno uma oferta preparada no fogo. É reunião solene; não realizem trabalho algum. (Estas são as festas fixas do Eterno, que vocês proclamarão como reuniões sagradas para trazerem ao Eterno ofertas preparadas no fogo, holocaustos e ofertas de cereal, sacrifícios e ofertas derramadas exigidas para cada dia. Isso fora as do shabat do Eterno e fora as dádivas e os votos de vocês, e todas as ofertas voluntárias que vocês derem ao Eterno.) ‘Assim, começando no décimo quinto dia do sétimo mês, depois de terem colhido o que a terra produziu, celebrem a festa do Eterno durante sete dias; o primeiro dia e também o oitavo serão dias de descanso. No primeiro dia vocês apanharão os melhores frutos das árvores, folhagem de tamareira, galhos frondosos e salgueiros, e se alegrarão perante o Eterno, o Deus de vocês, durante sete dias. Celebrem essa festa do Eterno durante sete dias todos os anos. Este é um decreto perpétuo para as suas gerações; celebrem-na no sétimo mês. Morem em tendas durante sete dias; todos os israelitas de nascimento morarão em tendas, para que os descendentes de vocês saibam que eu fiz os israelitas morarem em tendas quando os tirei da terra do Egito. Eu sou o Eterno, o Pai de vocês’.
Assim anunciou Moisés aos israelitas as festas fixas do Eterno." Levítico 23 [grifos meus]

Marcadores: , , , , , , , , 

Nenhum comentário: