Publicação fixa: Argumentos lógicos X tratados teológicos

Meus textos questionando o sistema religioso e as mentiras do cristianismo são sempre com argumentos de raciocínio lógico, porque para mim vale o que está escrito sem interpretações humanas, sem oráculos para traduzir o texto... Continue lendo.

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Shabat shalom!


quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

DVD 'O renascimento do parto' na livraria


quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Filosofia meme 18





Ilustrações retiradas da internet.

Alimentação saudável: vídeo sobre agrotóxicos


Alimentação saudável: mais sobre agrotóxicos


terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Dica de leitura: agrotóxicos


Filosofia meme 17





Ilustrações retiradas da internet.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Entrevista sobre alimentação saudável




Veja também: Indústria assassina. Pais assassinos

Alimentação saudável: dica de vídeo


Você já tem um plano de parto?


Alimentação saudável: A importância do magnésio


sábado, 22 de fevereiro de 2014

Livre das maldições dos púlpitos: saí do sistema e sobrevivi

Destaque: Esse negócio de ficar ameaçando e amaldiçoando quem não quer mais brincar disso e quer sair do grupo é coisa de sociedade secreta ou de gangue. (Em solidariedade a um amigo que está sendo ameaçado por líderes religiosos por fazer denúncias no seu blog.)


Up. Publicado originalmente em 17/ago/2011


"Um número crescente de pessoas está deixando a instituição igreja por uma nova razão. Elas não estão partindo porque perderam sua fé. Estão deixando a igreja para preservar sua fé." Reggie McNeal, citado por Neil Cole, em Igreja orgânica


(Se você está satisfeito com sua religião, com seu grupo religioso, ótimo, este post não é para você. Mas respeite os insatisfeitos, porque a dor deles é muito grande e você não faz ideia de como é isso. Já que você não fez o dever de casa* (leia abaixo) e não está disposto a se colocar no lugar do outro, tenha pelo menos dignidade de se calar.)

Aos insatisfeitos

Por muito tempo nós acreditamos nas maldições que os líderes religiosos fazem para aqueles que se atrevem a questionar alguma coisa. Eles vivem dizendo que quem sair do sistema vai esfriar, porque brasa longe da fogueira apaga, ou que “não se pode deixar a congregação, como é costume de muitos”, citando o texto bíblico favorito deles, ou dizem que todas as maldições possíveis vão cair sobre a pessoa que não der o dízimo... enfim, maldição não falta. Isso para mim é coisa de sociedade secreta ou de certos grupos que ameaçam a pessoa que quer sair.

Se você não aguenta mais o sistema religioso, se está cansado de tudo, mas não vê uma saída, se você quer sair pelos motivos certos, ou seja, buscar mais do Pai, sem intermediários que não dão testemunho, se você quer mais do Eterno, mas sente que o sistema impede isso, se está cansado de tantos eventos vazios e sermões ameaçadores e capitalistas, não tenha medo.

Você é livre para sair do sistema. Você não precisa acreditar nas maldições dos líderes religiosos. Acredite, há vida fora do sistema religioso. Existe uma alternativa entre igreja e mundo. Não acredite nas maldições, seja livre, tenha coragem e saia.

Não, você não vai ficar falido se não der o dízimo a uma instituição religiosa. Não, a sua fé não vai esfriar, a não ser que você permita, a não ser que você pare de buscar a comunhão com o Eterno, mas não precisa ser um superespiritual, outra mentira do sistema. Não, você não precisa de cobertura espiritual, isso não está na Bíblia. Não, você não vai para o inferno se não frequentar uma “igreja”, porque não é igreja que salva.

Sim, você vai ser chamado de herege, mundano, apóstata, desviado etc. Sim, vão te perseguir, vão te condenar, mas a Bíblia está cheia de exemplos de profetas que foram perseguidos, espancados ou mortos por falarem a verdade e denunciarem as mentiras do sistema. Então, seja bem-vindo ao time dos que são perseguidos por amor ao Eterno.

Estou fora do sistema há quase cinco anos desde 2008 e sobrevivi. E minha fé não esfriou, muito pelo contrário, tem aumentado a cada dia. E prosperidade vem através da obediência aos mandamentos, principalmente o quarto mandamento, guardar o sábado, e para os que pagam seus impostos com honestidade, e não para quem entrega dízimo em igreja.

Conheço pessoas que estão fora do sistema há vinte anos e sobreviveram. Então, não tenha medo, você também vai sobreviver. Se está disposto a pagar o preço da perseguição para sair em busca da verdade, você vai sobreviver. E vai perceber que as maldições não vão mais funcionar com você. Seja livre das algemas do sistema religioso e viva.

Você não precisa ficar sozinho, se não quiser. Se seu cônjuge e filhos estão te apoiando e vivendo esse momento com você, então você já tem uma "igreja" dentro de sua casa, sua família. Invista nela. E pode procurar um grupo de amigos que também saíram do sistema e marcar encontros com eles, para conversarem e comerem juntos, compartilhando suas experiências com o Eterno. Mas não queria fazer disso uma outra igreja institucionalizada. Seja simples e viva essa experiência de simplicidade com o Pai.

Há salvação fora do sistema religioso, porque a salvação está no Eterno e não no sistema.

P.S.: Se você reconhece que o sistema religioso (Babilônia) está errado (todo ele, tudo farinha do mesmo saco), mas não tem coragem de sair, porque continua na ilusão de que vai mudar alguma coisa (murro em ponta de faca), saiba que você é cúmplice dos seus pecados e ainda ajuda a financiar injustiça. Não adianta ficar postando frases nas redes sociais e não tomar uma atitude corajosa. Pede pra sair. "Saiam dela, vocês, povo meu, para que não participem de seus pecados, para que as pragas que vão cair sobre ela não os atinjam" Ap18.4.

P.S.2: Se a pessoa quer ficar dentro do sistema, beleza, seja feliz, sorria. Mas não pode ficar ameaçando quem quer pular fora. Esse negócio de ficar ameaçando e amaldiçoando quem não quer mais brincar disso e quer sair do grupo é coisa de sociedade secreta ou de gangue. Há vida fora do sistema e nós não somos "desviados" e não "caímos" e nem somos hereges, só cansamos e pedimos para sair, somos livres e temos esse direito. Acontece que há muitos querendo sair, mas ficam com medo das ameaças e maldições que são lançadas sobre eles e é para esses que escrevo, não para quem está satisfeito e feliz com o sistema.

Leia também
A tragédia dos líderes religiosos
Não fiquei magoadinha


* Dever de casa: antes de criticar, responda:
Quantos sem-igreja você entrevistou, ouviu com o coração aberto, entendeu seus questionamentos?
De quantas reuniões de grupos diferentes dos sem-igreja você participou?
Quantos livros e artigos sobre o assunto você leu?
Quantas palestras sobre o assunto você ouviu?

Torah é proteção


Ilustração retirada da internet.

Filosofia meme 15





Ilustrações retiradas da internet.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Dica de leitura: Além da conscientização


terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Filosofia meme 11




Ilustrações retiradas da internet.

Misoginia: violência em números gritantes


segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Filosofia meme 10


domingo, 16 de fevereiro de 2014

'Meus' passarinhos 4: gavião













sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Shabat shalom!


O que é Torah

Torah = Pentateuco = Lei de Moisés = Cinco primeiros livros da Bíblia

A Torah não é o livro sagrado dos judeus, como alguns costumam dizer, como se fosse algo diferente do texto que todos os cristãos têm em mãos. A Torah é praticamente igual a uma Bíblia cristã, Torah é o mesmo que Pentateuco, os cinco primeiros livros: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. E assim como a Bíblia cristã tem várias versões e traduções, a Torah também pode ter, mas o texto é basicamente o mesmo.

Torah significa instrução, apontamento, lei. A Lei do Eterno, ou Lei de Moisés, não se resume apenas ao que chamam de Dez Mandamentos, mas ela está contida em todos os outros livros do Pentateuco.

E Tanach são todos os livros do que chamam equivocadamente de Antigo ou Velho Testamento, só que na Bíblia hebraica a ordem dos livros é diferente.

Eu gosto mais da versão NVI, até tenho a Bíblia Hebraica e tenho a Bíblia Judaica do David Stern, e uso mais a hebraica por causa da divisão das porções semanais. E tenho várias outras versões em casa, e quando tenho alguma dúvida de clareza, consulto versões diferentes para comparar as traduções.

E transcrevo aqui um trecho do texto A perigosa linha tênue, não ultrapasse, quando falo sobre traduções da Torah:

"Eu decidi crer em toda Torah (Pentateuco, Lei de Moisés), ela é meu chão, meu alicerce, e não aceito nada que contrarie a Torah. Por isso há alguns anos leio a parashá, a porção semanal da Torah. Quero me encher da Torah, resgatar tudo que me foi roubado pelo engano da religião.
Decidi aceitar o sentido literal da Torah, para mim vale o que está escrito, a não ser que seja algo explicitamente em sentido figurativo. Se está escrito guardar o sábado, para mim é isso que significa e ponto final. Nada de interpretações humanas, nada de intermediários. O que eu não entendo fica em stand by, um dia vou entender. E também decidi crer no texto que tenho em português. Sei que há muitos estudos sobre traduções, erros de tradução etc etc, mas decidi não me estressar com isso. Trabalho com o que tenho em mãos e se houver alguma coisa errada, um dia o Eterno vai restaurar tudo e fico esperando por isso, com paciência. O máximo que eu faço é ler em várias versões, em várias traduções, para entender algum texto duvidoso, ou esclarecer melhor o sentido de algumas palavras.
Também não confio em nenhuma nova tradução, mesmo sendo feita por alguém de teshuvah, principalmente depois de ter lido a introdução de David Stern (Bíblia Judaica), quando ele fala com transparência sobre os dilemas do tradutor entre escolher apenas um dos muitos significados para a mesma palavra. Para traduzir a Torah a pessoa teria que saber MUITO sobre TUDO, e não só saber falar hebraico e conhecer bem o português. Teria que conhecer a cultura israelita de fato, e não apenas de leituras. Se é brasileiro, teria que ter vivido NO MÍNIMO um ano em Israel. Enfim, não confio em tradutores, sempre vão colocar a sua visão e as suas crenças na tradução, então continuo usando as traduções que tenho em mãos."

P.S.: Diferente do que ensinam, a Torah não é impossível de cumprir, o próprio Eterno disse isso, veja:
"Vocês obedecerão de novo ao Eterno e seguirão todos os seus mandamentos que lhes dou hoje.
Então o Eterno, o seu Pai, abençoará o que as suas mãos fizerem, os filhos do seu ventre, a cria dos seus animais e as colheitas da sua terra. O Eterno se alegrará novamente em vocês e os tornará prósperos, como se alegrou em seus antepassados, se vocês obedecerem ao Eterno, ao seu Pai, e guardarem os seus mandamentos e decretos que estão escritos neste Livro da Lei, e se se voltarem para o Eterno, para o seu Pai, de todo o coração e de toda a alma.

O que hoje lhes estou ordenando não é difícil fazer, nem está além do seu alcance.
Não está lá em cima no céu, de modo que vocês tenham que perguntar: 'Quem subirá ao céu para consegui-lo e vir proclamá-lo a nós a fim de que lhe obedeçamos?'
Nem está além do mar, de modo que vocês tenham que perguntar: 'Quem atravessará o mar para consegui-lo e, voltando, proclamá-lo a nós a fim de que lhe obedeçamos?'
Nada disso. A palavra está bem próxima de vocês; está em sua boca e em seu coração; por isso vocês poderão obedecer-lhe." [grifos meus] Dt30.8-16

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Filosofia meme 8




Ilustrações retiradas da internet.

Dica de leitura: Da série 'impossível é diferente de não me esforçar e não querer'




Leia também: A perigosa linha tênue, não ultrapasse

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

'O renascimento do parto' na telona


Dica de leitura: Da série não-li-e-não-gostei


Não basta ser kosher, tem que ser saudável

Houve um tempo em que eu já era metida a ser natureba. Muito antes de libertação, muito, muito antes de teshuvah, quando ainda era solteira, eu já não consumia alguns venenos disfarçados de comida, salsicha e refrigerante, por exemplo. Fiquei alguns anos evitando carne vermelha (hoje sei que o problema não é a carne, e sim o sangue e as químicas que dão para o gado comer, e depois da libertação até voltei a comer carne vermelha e falei sobre isso no meu primeiro livro), só comia feijão feito por mim (hoje sei que o feijão precisa ficar de molho), até me aventurei a comer carne de soja, mas isso durou muito pouco (ainda bem, porque hoje sei que soja também é um veneno). Enfim, eu já tinha DNA natureba. Desde criança amo vegetais e não me importava se não houvesse carne na refeição, mas ficava feliz com um belo prato de salada. Meu prato preferido quando criança era maionese caprichada. Nunca gostei de dietas, mas sempre fui a favor da alimentação saudável. Sou da roça e aprendi a comer verduras e legumes desde bebê.

Depois houve um tempo em que relaxei um pouco nesse assunto de alimentação saudável, principalmente porque fiquei à mercê de outras pessoas decidindo o cardápio, mas depois de uns quatro anos de intervalo, quando voltei a tomar as decisões sobre compras e cardápio em casa, o lado natureba aflorou de novo. E ainda houve a influência de uma nutricionista que atendeu marido e ela condenou alguns produtos industrializados, tipo caldos em tabletes (sódio puro), temperos prontos, óleo de soja, então essas coisas já não faziam parte da nossa lista de compras. E por isso passei a cozinhar com azeite desde o início do casamento (neste ano completamos 20 anos de casados).

Mas libertação me levou à teshuvah, e foi então que alimentação saudável juntou-se à alimentação bíblica, kosher. Já relatei como parei de comer carne de porco, camarão etc aqui. Só que alimentação bíblica é bem mais complexa que não comer porco ou frutos do mar e não misturar carne com leite, e isso nos levou a ler muito, pesquisar sobre carne kosher, decorar nomes de peixes com escamas, e ficar atentos aos rótulos das embalagens dos produtos, porque às vezes havia um porquinho disfarçado em alguns "alimentos" e corantes feitos de insetos. E a pesquisa foi se ampliando para alimentação saudável, porque a conclusão da vida é que não basta ser kosher, tem que ser saudável, porque macarrão instantâneo kosher não é nada saudável. E uma coisa levou a outra, e por causa das nossas leituras e pesquisas fomos mudando nossos hábitos de alimentação para kosher e saudável.

Uma mudança significativa foi o açúcar. Lemos tanto sobre açúcar refinado ser um grande veneno, e eu sempre disse que adoçante engorda, rsrs, nunca gostei daquilo (e hoje sei que é um veneno também), então passamos a usar açúcar demerara e orgânico em casa, e para fazer bolos uso açúcar cristal. E depois de alguns anos dessa mudança, um dia fomos à casa de amigos e bebi café com açúcar refinado (marido já bebe café sem açúcar há muuuuitos anos) no final do encontro, e na volta para casa comecei com uma dor de cabeça horrorosa. Dias depois fomos à uma outra casa e repeti o feito, café com açúcar refinado, e de novo a dor de cabeça ainda no caminho para casa. Foi aí que liguei uma coisa a outra e entendi que o problema foi o açúcar refinado. A partir de então só bebemos café e suco sem açúcar na casa de outras pessoas ou em restaurantes.

Com o sal foi a mesma coisa, abolimos sal refinado, só usamos sal grosso. Uso moedor de sal para quando preciso de sal mais fino, e uso sal grosso mesmo para cozinhar. Quando é possível encontrar, compro sal cinza ou sal do Himalaia.

Também diminuímos consideravelmente o consumo de produtos industrializados. E por isso aprendi algumas coisas que nunca imaginei fazer em casa: molho de tomate, pão, pizza, pão de queijo, iogurte. Fazer pizza em casa para mim sempre foi um tabu, mas hoje em dia já virou rotina, de vez em quando faço pizza e não quero outra vida.

Agora estamos no momento de comprar vegetais e produtos orgânicos sempre que possível. Esse foi um passo que demorei a dar, porque no Rio de Janeiro não é fácil encontrar. Agora finalmente há o circuito de feiras orgânicas e procuro frequentar toda semana, embora não seja tão perto de casa como gostaria. Alguns temperos eu já planto em casa, em vasos, já plantei verduras também, mas minha hortinha ainda meio abandonada com este calor que é melhor nem comentar.

E o último passo nesse processo de alimentação saudável aconteceu muito recentemente, quando enfim fui a um pequeno mercado kosher [onde há macarrão instantâneo, caldo de galinha industrializado, jujuba, biscoito recheado, tudo kosher, mas não saudável] que fica em Copacabana, bem longe de casa, mas pelo menos é perto do metrô, e pude provar a carne kosher, o leite kosher, e o grande achado: linguiça bovina kosher. Tá, confesso, cachorro-quente é gostoso, rsrs. Muito antes de libertação ou kosher eu já não comia cachorro-quente de salsicha e era muito raro comer de linguiça, quando ia a festinhas em que serviam cachorro-quente eu só comia pão e molho. Mas com a descoberta da linguiça bovina kosher voltamos a comer hot dog e marido agradeceu, disse que estava com saudades.

Costumo dizer que quando decidimos obedecer, o Eterno muda o nosso gosto, e é verdade, muita coisa que gostávamos de comer deixou de nos dar prazer. Às vezes no início pode ser difícil, mas decidir obedecer é o primeiro grande passo. E hoje não é pesado, não é complicado, e temos sentido o resultado positivo de uma alimentação kosher e saudável.

Filosofia meme: Alimentação saudável 3



Ilustrações retiradas da internet.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Dica de leitura: Sobre escolas





segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

DVD 'O renascimento do parto'


domingo, 9 de fevereiro de 2014

Filosofia meme 7


sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Shabat shalom!


Receitas e dicas 61: Separando gema do ovo

Publicado originalmente em 4/jan/2014

Eu achava esquisito, mas depois do vídeo, acho que vou tentar, rsrs

P.S.: Finalmente teste o resultado é: A MÁGICA FUNCIONAAAAAAAAAAAAA. É perfeito. Já reservei uma garrafa só para isso.


Do álbum: 'Minhas' flores, 'minhas' árvores e minha horta


Mais momento fofura

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Receitas e dicas 62: Panos de prato sempre brancos

Tem P.S. no final.

Pensei nesta dica porque fui usar pano de prato em duas cozinhas de pessoas conhecidas e estavam muito encardidos. Aí fiquei pensando neste post e fui pesquisar sobre o assunto para ver se alguém fazia a mesma coisa que eu ou se tinha alguma dica interessante, e li em um blog dicas de como lavar panos de prato e a autora comentava que postou uma foto de pano de pratos novos e recebeu um comentário de uma leitora que dizia algo assim: "Não estão encardidos porque são novos, quero ver ficarem assim depois de muito usados". E a autora estranhou que a pessoa que comentou tivesse panos encardidos, e explicava como ela fazia para que os panos de prato dela não ficassem assim.

Há muitos anos vi um chef de cozinha falar sobre isso em um programa de TV, e nunca esqueci sua dica preciosa. Ele dizia que nunca deixava o pano de prato secar, ou seja, ficou molhado, colocava para lavar e pegava um outro limpo e seco. E ele dizia que usava muitos panos de prato por dia. E falou sobre bactérias etc etc. Opa, bactérias é comigo, eu "vejo" bactérias. Não precisava falar mais nada, rsrs. Entendido, registrado e obedecido. Ah, e ele poderoso, colocava uma pilha de panos limpinhos à disposição quando começava a trabalhar.

Eu até já fazia mais ou menos isso, poucas vezes deixava o pano secar e usava de novo, mas quase sempre pegava um limpo para secar a louça. E depois que ouvi o conselho do chef, passei a fazer isso sempre.

Não separo pano de mão e pano de louça, como já vi algumas pessoas fazerem, para mim isso não funciona, não é prático. Eu faço assim: pego um pano limpo e seco a louça, depois vou usando esse pano para secar as mãos, e quando já está muito molhado coloco para lavar e se mesmo antes de ficar no ponto de colocar para lavar e eu usei para secar as mãos, se vou secar alguma louça, pego um pano limpo para secar a louça. Ou seja, gasto muuuuuuuuuuito pano de prato quando estou na cozinha, por isso tenho muitos panos, estou sempre comprando um novo. Sempre que vou a Teresópolis compro alguns na parada básica no início da serra, uns eu dou de presente, outros coloco em uso, então tenho sempre um ou dois novinhos guardados em casa.

E o resultado é que meus panos nunca ficam encardidos. Estão sempre brancos e sem esforço nenhum. Lavo normalmente, nem precisam ficar de molho, muito menos deixar quarando no sol rsrs. Uso uma mistura de sabão líquido e detergente para lavar os panos. Às vezes coloco um pouco de cloro, muito pouco, apenas para desinfetar, às vezes coloco um pouco de Vanish para roupas brancas. E uso vinagre no lugar do amaciante (faço isso com todas as roupas, não compro mais amaciante de roupas). E pronto, meus panos de prato ficam limpos, sem cheiro de sabão ou amaciante (odeeeeeeeio panos de prato com cheiro, aliás, odeio roupa com cheiro forte de amaciante ou sabão, e descobrir o vinagre foi um achado para meu nariz megassensível), e sempre brancos. O máximo que acontece é ficarem manchados, mas são manchas bem específicas, e nem ligo muito para isso, se a mancha não saiu, não me estresso. Ah, lógico, lavo panos de prato separados das outras roupas.

Como tenho muitos panos, normalmente lavo os panos de prato uma vez por semana. E quando sei que vou usar muitos, quando recebo amigos para jantar, por exemplo, então procuro lavar todos antes, porque sei que vou gastar muitos panos durante a preparação do evento.

E minha irmãzinha já sabe, kkkk, nem precisei falar nada, mas quando vou passar uns dias na casa dela, curtindo meus sobrinhos, ela lava os panos de prato antes, porque sabe que vou usar muitos panos. Alguém me entende, rsrsrs.

Ufa, o post demorou, mas saiu.

P.S.: Encontrei dicas de como tirar o encardido e manchas dos panos de prato:
DICA 3 - Para deixar o pano de prato bem branquinho, basta fervê-lo em uma panela (separe uma panela só pra isso!) com um pouco de detergente de cozinha (caso não tenha manchas) ou com um pouco de vinagre. Não retire da panela até que a água esfrie. Depois é só lavar normalmente.
DICA 4 - Para os tecidos manchados, coloque de molho por 30 minutos em 25 ml de alvejante sem cloro para cada 10 litros de água. Peças com barrados bordados, após o molho, devem ser enxaguadas com uma mistura de água e vinagre branco. Depois, lave-o novamente.

Receitas e dicas 57: Dicas rápidas e práticas para casa e cozinha

Tem P.S. no final. Publicado originalmente em 20/jan/2013.
  • Coloque açafrão na batata e no aipim para ficarem com uma cor mais viva, e coloque também no angu para que ele fique bem amarelinho (tem fubá tão pálido por aí).
  • Se você não gosta muito de arroz integral, experimente misturar arroz integral com arroz branco (eu faço meio a meio). Coloco o integral de molho, depois lavo os dois juntos e cozinho normalmente, fica muito bom. Conheço pessoas que não gostavam de arroz integral e depois que provaram essa mistura, passaram a comer.
  • E da mesma forma com a farinha integral. As receitas ficam pesadas se usarmos apenas o trigo integral, então eu sempre coloco uma ou duas colheres de farinha de trigo integral nas minhas receitas.
  • No processo de eliminar os refinados, trocamos o açúcar por demerara e cristal. Uso açúcar demerara para adoçar sucos, café e chá, e uso açúcar cristal para fazer bolos e doces.
  • E experimente também trocar o sal refinado pelo sal grosso. Uso moído na hora ou inteiro, dependendo da receita.
  • Se há poucas pessoas na sua casa e as receitas são muito grandes, experimente fazer meia receita.
  • Adaptei um recipiente para detergente de lavar louça e ficou bem mais prático. Usei um recipiente vazio e grande de sabonete líquido e coloquei detergente, facilitou muito.
  • Para a banana durar mais, corte o cabo com uma tesoura.
  • Para seus bolos ficarem mais nutritivos, coloque uma maçã triturada na massa do bolo. E se alguém não gosta de maçã, não vai perceber.
  • Esta dica é velha, mas tenho visto pessoas não usando. Quebre os ovos em um pote separado antes de acrescentar à receita e vá colocando um a um na massa, assim evita que você coloque um ovo estragado na massa e tenha que jogar tudo fora. Tive uma experiência recente com isso, estava preparando ovos mexidos para um café da manhã para mais de 10 pessoas e usei uma dúzia de ovos. Fui quebrando em um recipiente separado e colocando um de cada vez na frigideira, e no último ovo a surpresa, estava estragado. Ufa, ainda bem que sigo sempre essa dica, se não ia jogar uma dúzia de ovos fora. Por isso, não conte com a sorte, rsrs.
  • P.S.1: Acrescente suco de limão na massa do pão caseiro, isso ajuda a ficar mais macio. O limão substitui o melhorador de pão.
  • P.S.2: Meu purê de batatas sempre tem inhame. Fica muuuuito mais nutritivo. E se alguém não gosta de inhame vai comer sem perceber.
  • P.S.3: Enriqueça a salada de maionese e fuja do comum batata+cenoura. Coloque grão-de-bico, couve-flor, brócolis, abobrinha al dente, e o que mais quiser inventar.
  • P.S.4: Se o bolo durar muito, coloque na geladeira e na hora de servir aqueça no forno, fica parecendo fresco.
  • P.S.5: Esta dica pode ser boba, mas não custa lembrar: cheire sempre laranja e limão antes de fazer o suco, para ver se não estão ruins.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Para recordar - Diretas 20

A pessoa sem convicção segue o grupo. Se o grupo acredita em A, ela também acredita. Se o grupo muda para B, ela vai junto. E se ela muda de grupo e o novo grupo acredita em C, ela diz que sempre acreditou nisso. Mesmo que A, B e C não sejam verdades.

Só acho uma perda de tempo ficar fazendo campanha contra um programa nível idiocracia, em pleno meio do apocalipse zumbi, se há muuuuuuuita gente que assiste. Prefiro ignorar completamente, para mim é como se não existisse, e prefiro continuar postando coisas educativas e sobre causas humanitárias e contra violência, ao invés de tentar combater algo que não tem como ser combatido, afinal é muuuuuito dinheiro envolvido. Aliás, penso que quanto mais se combate, mais cartaz se dá para o programa idiota. Se não quer ver, mude de canal, simples assim. Entre falar mal ou falar bem, mas falar deles, prefiro ignorá-los, vai dar mais raiva neles. Nem cito o nome para não dar ibope, rsrs. Só acho.

Incoerência é gente que rejeita parte da Torah, mas vive postando textos do VT. Por que não ‪‎rasga e joga fora‬ e cita só o NT?

Semana de papo cabeça. Quarta sobre "vida" após a morte. Ontem sobre sim, a gente entende que a pessoa teve uma vida desgraçada desde a infância, mas é triste ver que não superou, que não conseguiu tirar lições boas das tragédias e não reage, não viaja, não é útil, não vive, apenas sobrevive, e que apesar de ter uma vida boa na velhice, ter quem cuide com dignidade e até com bastante conforto, nada é suficiente para a pessoa, nada está bom, e ainda maltrata quem cuida com carinho. Triste.

Sempre digo que não mereço nada, agradeço as bênçãos, mas reconheço que não mereço. O que mereço não quero, não mesmo. E não peço justiça para ninguém, prefiro pedir arrependimento para quem comete injustiça, e pedir misericórdia para mim.

"O (maléfico) ensino comum acerca da 'cobertura' realmente se reduz a questões acerca de quem controla quem. [...] Por trás da retórica piedosa de 'prover da responsabilidade de prestar contas' e de 'ter uma cobertura', surge um ameaçador sistema de governo que carece de sustento bíblico e que é impulsionado por um espírito de controle." Frank Viola

Vale dizer de novo: "A mensagem principal da Bíblia é 'arrependa-se', e não 'perdoe'. Mas a moda agora é pedir que as pessoas perdoem tudo. Quando é que vão começar a pregar arrependimento? Nem o Eterno perdoa a quem não pede perdão. O que vejo em toda a Bíblia é a mensagem de arrependimento. É só pesquisar quantas vezes aparece a ordem 'arrependam-se' na Bíblia. Eu já pesquisei, é muita coisa. E não vejo o Eterno perdoando ninguém sem que a pessoa tenha se arrependido e pedido perdão. Esse é o padrão dele e de sua Palavra: Arrependam-se." "Enquanto escondi os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer. Pois de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; minha força foi se esgotando como em tempo de seca." Salmo32.3,4 "Por causa de tua ira todo o meu corpo está doente; não há saúde nos meus ossos por causa do meu pecado. As minhas culpas me afogam; são como um fardo pesado e insuportável. Minhas feridas cheiram mal e supuram por causa da minha insensatez." Salmo38.3-5

Papo cabeça ontem à noite: sentir inveja é normal, todo mundo sente, o que não pode é ficar alimentando esse sentimento e sair inventando uma mentira para difamar a pessoa alvo da inveja, destruir sua reputação e fazer com que ela perca o emprego, por exemplo. Ou mentir e fazer fofoca sobre a pessoa e acabar prejudicando animais, crianças ou idosos, seres indefesos.

Sou metida a besta rsrsrs. "A distorção de valores chegou a tal ponto que pessoas discretas são consideradas arrogantes, os modestos são vistos como dissimulados e os que não se rendem a modismos são taxados de esnobes. Ser autêntico virou ofensa pessoal. Ou a criatura faz parte do rebanho, ou é um metido a besta." Martha Medeiros

Se está difícil para você, imagine para quem matou a galinha dos ovos de ouro.

"As mariposas e as baratas: na escuridão, é impossível separá-las, então a melhor maneira de descobrirmos a diferença é acendendo a luz. As mariposas serão atraídas pela luz, e as baratas fugirão voando." Neil Cole

"Então, eu tive aquele encontro com o Eterno [e com a Torah] do qual nunca me recuperei". Tommy Tenney. Amando ser livre.

Não comemoro, então não faço nada dessas coisas deprimentes desta época de fim de ano. Mas me deprime saber que tanta gente fica triste e deprimida, sendo que dizem que é época de festas. E me deprime mais ainda uma festa "religiosa" cheia de mentiras, a começar pela data, que até ateu comemora, mas o mundo e o "cerumanu" ficam muito piores a cada ano. Ah, e já ia esquecendo, a gula, as pessoas comendo até quase explodir, isso me deprime profundamente.

Desde ontem, 12/dez/2013, vendo fotos da nevasca histórica em Jerusalém, e eu aqui com banzo e missa de corpo presente. Mas também estou me perguntando como os pastores guardavam seus rebanhos nas campinas, na vigília da noite. Nas campinas, na neve??? Tem alguma coisa muito errada. Penso, logo questiono.

O texto diz: "A porta é preta". Pessoas normais entendem que a porta é PRETA. Simples assim. Ponto final. Teólogos interpretam que o pintor (que já morreu há uns 1.500 anos) queria mesmo pintar a porta com tinta BRANCA (mas o pintor não disse isso, eles interpretam com técnicas "modernas" de interpretação), mas o pintor não achou tinta BRANCA, então pintou com a tinta que encontrou, tinta PRETA, e a conclusão dos teólogos é que a porta é BRANCA, porque essa era a intenção original do pintor. Hã, como, quem? Ponto de interrogação. E foi assim que inventaram que a guarda do sábado foi "abolida" e que eles podem comer porco, presunto, linguiça etc, camarão, lula etc etc etc, rato e urubu também. Citando apenas dois exemplos mais polêmicos.

Diretas sobre inveja, orgulho, ingratidão, mentira

Publicado originalmente em 20/fev/2011 - agora com alguns acréscimos

"Se quiséssemos ser apenas felizes, isso não seria difícil. Mas como queremos ficar mais felizes do que os outros, é difícil, porque achamos os outros mais felizes do que realmente são." Barão de Montesquieu

Ah, eu também não acreditava em inveja, até ser vítima dela. Infelizmente precisamos sentir na pele para acreditar em certas verdades.

Vítima de inveja é igual a gato escaldado que tem medo de água fria.

"Não grite sua felicidade tão alto, a inveja tem sono leve." (Autor desconhecido)

"A inveja é tão vil e vergonhosa que ninguém se atreve a confessá-la." Ramón Cajal

"Podeis reconhecer um mau crítico porque ele começa por falar do poeta e não do poema." (Ezra Pound)

Se você NÃO anda comigo e NÃO lê meu blog, não fale de mim. Você pode ter conhecido quem eu era, mas não sabe quem eu sou. Chega de mentiras.

Dizem por aí: Fiz libertação, virei maluca. Saí do sistema, virei herege e mundana. Só ajudo a quem pede perdão e pede ajuda, virei a cruela. Esperando o próximo adjetivo.

A pessoa prejudica com crueldade uma criança, rouba seu futuro, e ainda diz que ama sua família. Se isso é amor, por favor, me odeie.

Não se iluda. A semente plantada um dia vira árvore. E você vai colher e comer o que plantou. Então, plante a semente certa.

"A inveja destrói o tolo." Jó5.2b

"O coração em paz dá vida ao corpo, mas a inveja apodrece os ossos." Pv14.30

Sintomas de orgulho: a pessoa é incapaz de dizer "preciso de ajuda", "errei, peço perdão", "por favor" ou "obrigado".

"A ingratidão é sempre uma forma de fraqueza. Nunca vi homens hábeis serem ingratos." Johann Goethe

Nunca demonstre ingratidão. Dor de barriga não dá uma vez só.

O mundo está cheio de gente egoísta, invejosa e cruel, que tem como lema "se eu não posso ser feliz, o outro também não vai ser".

Mentira tem perna curta e a verdade sempre vem à tona.

Só se deve ajudar quem pedir ajuda. Quem não pede é orgulhoso. E oferecer ajuda a quem não pede reforça o orgulho e provoca ingratidão.








Ilustrações da internet.