Publicação fixa: Argumentos lógicos X tratados teológicos

Meus textos questionando o sistema religioso e as mentiras do cristianismo são sempre com argumentos de raciocínio lógico, porque para mim vale o que está escrito sem interpretações humanas, sem oráculos para traduzir o texto... Continue lendo.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Sobre o livro A Cabana

Não consumo cultura de massa. Faço como está citado em A Cabana, "peguei a estrada menos usada" (Larry Norman). Se algo virou moda, se está todo mundo falando, fico longe disso. Não confio em algo que todo mundo gosta, mas não vejo resultado, não muda a vida de ninguém, só faz cócegas. Mas li A Cabana, de William P. Young, porque o autor de Por que você não quer mais ir à igreja? foi um dos colaboradores.

A Cabana é um uma história muito triste sobre cura interior. Poderia ser o relato de alguém que participou de um seminário de libertação e cura interior ou que participou de um Encontro de Vida. O ensino sobre perdão é profundo e impactante.

Para o meu momento de desconstrução há vários erros bíblicos. Mas eu li retendo o que é bom. Para quem está com sede, mas continua no sistema, é mais um motivo de frustração, porque dificilmente vai encontrar o tipo de relacionamento que o livro fala dentro do sistema. Enfim, o livro tem seu valor para quem já está desconstruindo.

Lamentável a tradução que colocou a expressão "minha nossa" em vários momentos, inclusive na fala de "deus" (risquei todas no meu livro). E mais lamentável ainda é "deus" oferecer bacon e frutos do mar nas refeições.

Shabat shalom!


Shabat shalom, descanso com paz!

Horário do pôr-do-sol no Rio de Janeiro:
Sexta-feira, 19h44 - Sábado, 19h44 (Climatempo)


Foto: De Bonis

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Como orar com seu cônjuge: guerra e medicina preventivas

“Pessoalmente, creio que não há poder de concordância na terra mais forte do que quando marido e esposa tocam o céu, unidos em oração.”. Cindy Jacobs, em Mulheres com um propósito 

Sei o quanto é difícil para marido e esposa orarem juntos. E sei o quanto isso é importante e eficaz. Tenho aconselhado sobre isso e contado a nossa experiência. Por isso quero compartilhar o que fazemos aqui em casa.

Desde o final de 2002 nós começamos a orar juntos toda noite, meu marido e eu. Não fazíamos isso antes, mas depois de um momento de crise, passamos a orar juntos. E tenho certeza de que isso fez e faz uma grande diferença na nossa vida.

Nós oramos de uma forma bem simples, sem rituais, sem precisar parar tudo para fazer "culto doméstico". Simplesmente a gente vai dormir e ora antes, deitados mesmo. Pegamos a mão do outro e nós dois oramos. Ele ora, depois eu oro. Todas as noites, em qualquer lugar que dormimos, nós fazemos isso, mesmo viajando. Quando um está viajando, às vezes a gente ora pelo telefone. E se um dos dois precisa trabalhar até mais tarde e o outro vai dormir antes, o que está trabalhando para o que está fazendo e vai orar com o outro, e depois volta ao trabalho. Assim como os pais deveriam fazer com os filhos antes de dormir.

E gostaria de compartilhar como nós oramos. Eu digo que faço guerra e medicina preventivas. Então todas as noites pedimos ao Eterno que repreenda e cancele maldições, inveja, mentira, roubo, injustiça contra nós, e que repreenda as enfermidades na nossa casa.

Pedimos também ao Eterno que guarde a nossa casa, a casa dos nossos amigos de teshuvah, a casa dos nossos familiares, oramos pelos nossos vizinhos. E pedimos que haja shalom na nossa casa e entregamos todo o controle dos nossos projetos nas mãos do Eterno.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Foto lindinha: pinguins

A foto da semana: pinguins no Zoológico. Muito fofos.
Foto: De Bonis

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Leis sobre guerra

Eu amo este texto. É uma demonstração do carinho do Pai para conosco. Como ele pensa nos nossos momentos importantes e nos ensina quando ir à guerra e quando ficar em casa.

"Quando vocês forem à guerra contra os seus inimigos e virem cavalos e carros, e um exército maior do que o seu, não tenham medo, pois o Eterno, o seu Pai, que os tirou do Egito, estará com vocês. Quando chegar a hora da batalha, o sacerdote virá à frente e dirá ao exército: 'Ouça, ó Israel. Hoje vocês vão lutar contra os seus inimigos. Não desanimem nem tenham medo; não fiquem apavorados nem aterrorizados por causa deles, pois o Eterno, o seu Pai, os acompanhará e lutará por vocês contra os seus inimigos, para lhes dar a vitória'. Os oficiais dirão ao exército: 'Há alguém que construiu uma casa e ainda não a dedicou? Volte ele para sua casa, para que não morra na guerra e outro a dedique. Há alguém que plantou uma vinha e ainda não desfrutou dela? Volte ele para sua casa, para que não morra na guerra e outro desfrute da vinha. Há alguém comprometido para casar-se que ainda não recebeu sua mulher? Volte ele para sua casa, para que não morra na guerra e outro se case com ela'. Por fim os oficiais acrescentarão: 'Alguém está com medo e não tem coragem? Volte ele para sua casa, para que os seus irmãos israelitas também não fiquem desanimados'. Quando os oficiais terminarem de falar ao exército, designarão chefes para comandar as tropas. Quando vocês avançarem para atacar uma cidade, enviem-lhe primeiro uma proposta de paz. Se os seus habitantes aceitarem e abrirem suas portas, serão seus escravos e se sujeitarão a trabalhos forçados. Mas se eles recusarem a paz e entrarem em guerra contra vocês, sitiem a cidade. Quando o Eterno, o seu Pai, entregá-la em suas mãos, matem ao fio da espada todos os homens que nela houver. Mas as mulheres, as crianças, os rebanhos e tudo o que acharem na cidade, será de vocês; vocês poderão ficar com os despojos dos seus inimigos dados pelo Eterno, o seu Pai. É assim que vocês tratarão todas as cidades distantes que não pertencem às nações vizinhas de vocês. Contudo, nas cidades das nações que o Eterno, o seu Pai, lhes dá por herança, não deixem vivo nenhum ser que respira. Conforme a ordem do Eterno, o seu Pai, destruam totalmente os hititas, os amorreus, os cananeus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus. Se não, eles os ensinarão a praticar todas as coisas repugnantes que fazem quando adoram os seus deuses, e vocês pecarão contra o Eterno, o seu Pai. Quando sitiarem uma cidade por um longo período, lutando contra ela para conquistá-la, não destruam as árvores dessa cidade a golpes de machado, pois vocês poderão comer as suas frutas. Não as derrubem. Por acaso as árvores são gente, para que vocês as sitiem? Entretanto, poderão derrubar as árvores que vocês sabem que não são frutíferas, para utilizá-las em obras que ajudem o cerco, até que caia a cidade que está em guerra contra vocês.” Deuteronômio 20

Não se contaminem com o mundo

"Conforme a ordem do Eterno, o seu Pai, destruam totalmente os hititas, os amorreus, os cananeus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus. Se não, eles os ensinarão a praticar todas as coisas repugnantes que fazem quando adoram os seus deuses, e vocês pecarão contra o Eterno, o seu Pai." Deuteronômio 20.17,18

sábado, 2 de janeiro de 2010

Encontro com o Eterno?

Desconfio de pessoas que dizem ter tido um encontro com o Eterno e que se sentiram tão bem naquele momento. Lágrimas de emoção? De felicidade?
Desconfio de pessoas que "caem no espírito" e a vida não muda. Saem dali e continuam fazendo as mesmas coisas de sempre.
Desconfio de cultos em que os dirigentes ficam dizendo que estão sentindo a presença do Eterno e insistem perguntando se todos sentem a mesma coisa.
Presença do Eterno? Encontro com o Eterno? Nós, pecadores do jeito que somos, com tanto pecado ao nosso redor? Desconfio.
O Eterno é Santo. Como estaria realmente presente no meio de tanto pecado? Como? Desconfio sempre.
Um encontro de verdade com o Eterno faria com todos caíssem, sim, de tristeza, arrependimento, vergonha, confessando pecados, pedindo perdão, mudando de vida.
O resto é manifestação da alma, é emoção.


Dica de vídeo: Paul Washer responde

Paul Washer responde

Para você que deixa seu filho assistir a tudo na TV

Para você que pensa que criança pode assistir a novelas e filmes de adultos. Para você que pensa que pornografia é somente aquela das revistas proibidas e pensa que beijo de novela não é pornografia. Para você que pensa que molestação sexual só acontece fisicamente e não sabe que a criança pode ser molestada vendo as cenas sensuais e violentas na TV. Leia com carinho e cuidado esta entrevista:

Pornografia e o leve desvio de Ted Bundy [ENTREVISTA CHOCANTE]